Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008
XII - Inverno de 97 2.a

  

 

14 de Fevereiro, dia dos namorados. Na véspera teria sido uma data a ser recordada por ambos, faziam anos que tinham começado a viver juntos mas, nenhum dos dois se recordou da ocasião.
*
Nessa manhã ele, acorda bem disposto. Toma duche e escolhe roupa que lhe faz sobressair seus musculos.  Preparava-se para ir á cidade e nada indicava que queria ser acompanhado. Ela impôs a sua presença, hoje não iria sozinho.
 “Porquê? Por ser dia dos namorados? Eu não vou ter com ela!” dizia com um sorriso nos lábios. Como ele sabia o que se comemorava nesse dia mas tinha-se esquecido do da véspera!!!?? Não importa. - "Hoje vamos os dois!”- o seu tom não admitia recusa. Mas ele fez questão de ir ter com o seu amigo vaqueiro, enquanto ela se vestia. Voltou menos feliz mas não ofereceu resistência á companhia da esposa.
*
Na cidade encontraram um amigo, jantaram os três. Por todo o lado haviam balões em forma de coração. Boa conversa, risos e, no restaurante estava uma miúda, acompanhada por 2 americanos.
- “És a esposa dele, não!” – era a confirmação e não uma pergunta.
- “Sim”
- “Eu conheci-o o ano passado quando estava a tirar fotocopias. Ele me contou que sabes falar muito bem Inglês, que és professora e que trabalhavas em turismo. Eu queria saber se vais dar aulas aqui, porque precisava de desenvolver o meu Inglês!” não parecia cínica, nem que estivesse a mentir, confirmava o comportamento normal do marido, falando dela a estranhos com orgulho e confiança, antes de ter encontrado a outra.
*
Foram ao Mandingo, estava repleto. A menina lá estava! Estacionou a 2 metros deles. Ele, aparentemente, nem a olhava, abraçava a esposa, beijando-lhe os cabelos, pedindo calma e, acrescentando que seria só uma bebida. A menina vai buscar um homem e vai dançar mesmo à sua frente, faz festas no cabelo do outro, beija-lhe os peitos e o pescoço e, olha para eles, provocadoramente. Todas as miúdas na discoteca os observavam, com cara de :’quem é esta? Ele é casado?’
*
Ela observa-as, miúdas pintadas, vestidas de negro e vermelho, saias e camisas curtas, mostrando atributos e aparentando uma grande felicidade e diversão. Quando tinha a idade delas talvez também tivesse tido o mesmo ar mas havia uma distância entre elas.
*
A outra continua provocando-os, dançando á sua frente.
 
 
 
 
 


publicado por Infiel às 12:18
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Margarida a 14 de Fevereiro de 2008 às 17:10
Ah! Agora entendi o porque de assinares "infiel".
Bom, o outro blog eu ja o conhecia, embora não imaginasse que pertencia à mesma pessoa.
Confesso que fiquei muito curiosa em relação a ti porque num blog apresentaste de uma forma e no outro de um modo completamente diferente.
Confesso que a "olho nu" não descobriria que pertenciam ambos à mesma autora.
Se num tu és a mulher traída e sofredora, forte mas quase apática perante as situações, noutra revelas-te numa mulher desapegada e "infiel"...

Relativamente ao link aquilo do " manual do cafajeste" aconteceu por um engano mas que nem alterei por achar a coincidência engraçada!!! Afinal de contas é o que me ocorre para descrever o patético do teu ex-marido. :)
Quanto ao nome do blog já foi alterado, tal como pediste! :)
Um beijinho da margarida


De Infiel a 15 de Fevereiro de 2008 às 01:08

fez-me sorrir as tuas palavras, obrigado

todo o tempo eu não me sentia 'eu', tinha momentos de 'lucidez' mas a maior parte do tempo sentia-me uma estranha em mim mesma, por varias vezes me perguntava se teria um tumor cerebral, porque eu não me sentia bem

obrigado por linkares o livro! e achei piada ao adjectivo, até o comentei com amigas e fartamo-nos de rir (é assim tão obvio?? hehehe)

Beijinhos Margarida tudo de bom para ti


De Lua de Sol a 16 de Fevereiro de 2008 às 16:33
Continuo aqui...
Pois, eu acho muito provável e até lógico que a Infiel seja a protagonista do Livro da Selva... "O que não mata engorda", eu diria antes que "O que não mata fortalece!".
Tanto num como no outro, há muito a admirar: Uma mulher inteligente (mesmo que apática em território Peruano), com um coração feito para amar... Porque tu és amor, minha querida amiga! É esse o "sabor" que me deixas...

Beijoca gorda (para fortalecer, eheh)


De Infiel a 17 de Fevereiro de 2008 às 22:22

Obrigado

"o que não mata fortalece" :)
pelo menos saí viva da tortura para receber esses beijinhos gordos



Comentar post

.ultimos capitulos

. Atraiçoada

. ...

. Atraiçoada - entrevista

. Atraiçoada eleita!

.primeiros capitulos

. Dezembro 2011

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.mais comentados
25 comentários
16 comentários
14 comentários
.outras vidas

. FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

. Software para o Coração.....

. Atraiçoada

. Infiel

. Desistir/Recomeçar

. Palavras

. Venha dai, está convidado...

. Sexualidade feminina do s...

. Gratidão....

. Porque hoje é domingo - v...

.quantos acompanham
.Atraiçoada - aqui:
Support independent publishing: Buy this book on Lulu.></a>
<div class=
Rosa de S

Cria o teu cartão de visita
.pesquisar
 

Subscribe to Infiel

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post